segunda-feira, 4 de Outubro de 2010

Traumas associados a doenças

PROBLEMAS DE ESTÔMAGO: indicam pessoas que não sabem como lidar com problemas e expor verdadeiramente seus sentimentos, inclusive aqueles de contrariedade. Sentem-se vulneráveis diante alteraçõesdevidacomo novidades, que encara como um perigo à sua segurança. Por isso, inconscientemente, tornam-se possessivas e ciumentas de coisas e pessoas, com medo de perdê-las nessas mudanças de vida. Dificuldade de expressar-se. Timidez e mau humor.

PROBLEMAS CARDÍACOS: surgem em pessoas com dificuldade em controlar a ira e compreender a limitação de cada um, inclusive as suas,não conseguindo relaxar jamais. Irritadiças, descontroladas, poderão vir a ter acessos de cólera através de atitudes violentas ou mesmo no silêncio, repleto de raiva por não sentirem-se capazes de modificar as coisas. Geralmente surgem de ódios reprimidos.

PREGUIÇA OU FADIGA CONSTANTE: é sinal de que sentem-se contrariadas na execução de tarefas que consideram enfadonhas ou desagradáveis, não sentindo prazer naquilo que sentem-se obrigadas a fazer. Indica necessidade de mais tempo dedicado ao lazer, na tentativa de tornar as horas de atividade menos insuportáveis.

ENXAQUECAS E DORES DE CABEÇA: indicam impossibilidade de lidar com situações novas, que desanimam frente a obstáculos e, principalmente, têm uma visão pessimista tendo enorme dificuldade de alterar os pensamentos negativos por positivos e alegres. Pessoas deprimidas e angustiadas.

FIBROMAS E NÓDULOS UTERINOS: indicam um profundo sentimento de mágoa pelo desprezo ou repúdio vindo de companheiro ou familiares. Pessoas deprimidas e com sentimento auto-destrutivo por não sentirem-se amadas pelos que as rodeiam.

PROBLEMAS NO FÍGADO: surgem de sentimentos punitivos contra si mesmo por acreditar ter feito algo errado e que se arrepende amargamente. Pode ser indicativo também de soberba e mania de grandeza.

CÓLICAS INTESTINAIS: indicam dificuldade de libertarem-se de situações insuportáveis, pessoas ou atitudes por considerá-las perniciosas à sua vida. Desespero por não livrar-se delas.

INSÓNIA: indica medo de perder o domínio de situações sem conseguir organizar a sua vida como gostaria,não conseguindo relaxar nem mesmo nas horas de repouso. Insegurança, dificuldade de autocontrole, compreensão equivocada da morte e medo dela.

INFECCÕES VÁRIAS: é sinal de repressão exagerada nos sentimentos agressivos que deveriam ser melhor trabalhados, aborrecimentos de difícil solução ou de convivência com eles.

PRESSÃO ALTA: indica autocontrole excessivo, tendência e tentar dominar pessoas e situações, dificuldade em liberar a agressividade.

PRESSÃO BAIXA: indica carência de afeto na infância, insegurança, apego ao passado em demasia, sentimentos de solidão, indecisão, abalam-se com freqüência.

TUMORES são resultado de choques emocionais que geraram dores profundas. Sentimento de culpa e remorso.

PROBLEMAS NOS RINS é sinal de dificuldade em fazer-se amigos e problemas vários derivados de relacionamentos.

PROBLEMAS NOS OLHOS é decorrência de medo de encarar-se como se é, como as pessoas são ou os ambientes como se apresentam. Fuga em aceitar sua índole e seus defeitos.Se glaucoma, há a permanência de rancores passados, sem conseguir perdoar. Medo de encarar o mundo como ele é.

OSSOS E SEUS PROBLEMAS é resultado da rebeldia em aceitar as regras impostas, luta por libertar-se da opressão decorrente de normas disciplinares não aceitas, quem sabe promovendo uma nova maneira de viver. Há também insegurança e falta de firmeza.

DORES NOS OSSOS assemelha-se ao problema generalizado nos ossos por ambas serem resultado da dificuldade de libertar-se de pessoas ou situações autoritárias, de difícil diálogo e profunda opressão mental.

OBESIDADE: relaciona-se à carência afetiva. Desejo de ser amado e aceito como se é, incluindo-se algum sentido de rejeição pelos seres amados à sua volta.

DOENÇAS NOS OUVIDOS, mostra-se como desejo de fugir às perturbações de um ambiente, de desobedecer às ordens recebidas. Pouca paciência em escutar os outros.

PRISÃO DE VENTRE crónica indica pessoas que sofrem pelo apego demasiado à tudo que a cerca, bem como sofrimento nascido de esquecer-se de si mesmo para ajudar os outros, até mesmo prejudicando-se.

TOSSE e seus acessos, indica pessoa nervosa, tensa, irritada em não poder manifestar-se como gostaria.

DOENÇAS NAS PERNAS que provocam imobilização ou dificuldade em andar demonstram que há medo de encarar-se problemas na vida, medo do que virá pela frente por situações vividas na infância. Amarração para agilizar soluções ou planos.

HEMORRÓIDAS: retenção de raivas reprimidas que não conseguem ser colocadas à tona, passado doloroso que não consegue ser esquecido, repressão.

NÓDULOS GENERALIZADOS: depressão profunda decorrente de se ser obrigado, pela família, pais ou necessidade, de exercer uma certa profissão

0 comentários:

Enviar um comentário